ADM, E.P realiza conferência sobre necessidades de transporte aéreo dos megaprojectos

August 2, 2018

 A Empresa Aeroportos de Moçambique, E.P. em coordenação com o Ministério dos Transportes e Comunicações, realizou na quarta-feira, 1 de Agosto de 2018, uma conferência sobre as necessidades de transporte aéreo dos megaprojectos, com vista reflectir junto com os operadores industriais, comerciais, turísticos, de logística, e de diversos negócios, sobre a importância do uso do sistema de transporte aérea, bem como as possíveis externalidades positivas para eficiência das operações dos Megaprojectos.

A conferência sob o lema “Optimização de uso do transporte aéreo pelos Megaprojectos” teve como abordagem as vantagens que advêm do uso de transporte aéreo nos projectos de mineração e petróleo e gás da bacia do Rovuma.

A cerimónia de abertura foi dirigida pelo Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, que, na sua intervenção, reconheceu a urgência de se dar melhor resposta a uma maior mobilidade de equipamentos, quadros e outras operações ligadas aos megaprojectos. Considerou também a necessidade de se fazer um trabalho de sistematização destas novas necessidades, assim como um profundo trabalho de planeamento, para que sejam atendidas de forma eficiente.

“A aviação civil moçambicana é chamada a reposicionar-se para atender à crescente demanda pelo transporte de equipamentos e de quadros dos megaprojectos”, disse Carlos Mesquita, para quem o encontro expressa a necessidade de colocar à disposição óptimas soluções para a dinamização da economia nacional, em geral, e dos grandes projectos, em particular.

Carlos Mesquita afincou aos operadores aéreos nacionais a reposicionarem-se para a exploração integral desta oportunidade de negócio, tendo apontado a estratégia de abertura do mercado doméstico como uma das medidas adoptadas pelo Governo, para atender às necessidades de maior mobilidade e flexibilidade do transporte aéreo.

Por seu turno, o Presidente do Conselho de Administração da ADM, E.P., Emanuel Chaves, referiu que é preciso que as companhias aéreas, que operam no país, tenham condições materiais favoráveis nos aeroportos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload