Aeroportos de Moçambique E.P. faz Balanço das actividades de 2017 e perspectivas para 2018

“Desafios e oportunidades para o progresso da Empresa Aeroportos de Moçambique” foi o lema definido para a reunião de balanço das atividades de 2017 e perspectivas para 2018 que decorreu nos dias 18 e 19 de Junho do ano em curso, na Cidade de Maputo. A cerimónia de abertura foi presidida pelo Secretário Permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações em representação a S.Excia o Ministro, Carlos Mesquita. O Secretário Permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações, Pedro Inglês, fez saber que já foi lançado um concurso para a concessão dos aeródromos de Inhambane, Bilene, Lumbo, Ponta D’ouro e Angoche. No discurso de abertura da reunião o PCA da ADM, E.P. Emanuel Chaves referiu que a empresa alcançou um volume de negócios de 2,807 milhões de meticais, representando um crescimento de 2 pontos percentuais em relação ao ano anterior e um lucro liquido contabilístico de mais de 2 bilhões de Meticais. Segundo Emanuel Chaves, “perspectiva-se um aumento de tráfego aéreo nos próximos anos, devido efeito combinado da retoma da economia, entrada de novas companhias no mercado Domestico, início de actividades que visam a exploração de hidrocarbonetos, estabilidade política e social e por conseguinte, elevados níveis de rentabilidade da empresa”. Entretanto, para responder a estes desafios, a empresa Aeroportos de Moçambique tem continuado com os seus planos de desenvolvimento estruturais, tendo desenvolvido um Plano Estratégico 2018-2022, onde estão inseridas, as acções de médio e longo prazos, com particular enfoque na reabilitação e modernização de Aeroportos, bem como na colaboração para a construção do novo Aeroporto de Xai-Xai.

Aeroportos de Moçambique E.P. faz Balanço das actividades de 2017 e perspectivas para 2018