DATE July 15th - 17th, 2019 Maputo

INTERNATIONAL CONFERENCE ON AIR TRANSPORT, TOURISM AND AIR CARGO 

Transporte aéreo em Moçambique

Actualmente, o país dispõe de 3 companhias que prestam serviços de transporte aéreo  doméstico (LAM, Fastjet e Ethiopian Moçambique). Em relação a voos internacionais voam para Moçambique 8 companhias aéreas fazendo ligações regionais, inter-regionais e intercontinentais (TAP, SAA, Kenya Airways, Ethiopian Airlines, Qatar Airlines, Turkish Airlines, SA Airlink, SA Express e a TAAG), ligando Moçambique à Lisboa, Johannesburg, Nairobi, Addis Abeba, Doha, Istambul, e Luanda. A LAM é a companhia de bandeira.

O país tem acordos aéreos com vários países, como Brasil, Portugal, França, Índia, Corrêa, Maurícias, Quénia, África do Sul, só para citar alguns que podem servir de fonte de alimentação de passageiros e turistas para o nosso país. Decorrem negociações com outros países, para assinatura de acordos aéreos. Em relação a África, o país é signatário do Compromisso Solene da UA, conforme indicado acima.

A empresa responsável pela gestão de infra-estruturas aeroportuárias e navegação aérea é a empresa Aeroportos de Moçambique, criada a 39 anos, que gere 20 aeroportos.

Tal como acontece com todos os modos de transporte em Moçambique, o sector aéreo a nível nacional enfrenta os desafios de servir mercados relativamente pequenos ao mesmo tempo que tenta cobrir uma vasta área geográfica. Além disso, a localização extrema sul da capital Maputo, faz com que a maior parte do tráfego esteja desproporcionalmente concentrada no sul do país. Maior parte do tráfego concentra-se em Maputo. Este aeroporto em conjunto com os de Nampula, Beira, Pemba e Tete concentra mais de metade dos voos num universo de 20 aeroportos. Fora Maputo, esta concentração deve-se aos grandes projectos de investimento lá existentes.

Seguir

Entre em contato para mais informações

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

Copyright © 2017 Aeroportos de Moçambique